Saúde

04/05/2018 08:25 Eliza Gund/FlorestaNet com Assessoria

Hospital Regional de Alta Floresta só receberá pacientes regulados a partir da próxima segunda

A partir da próxima segunda-feira (07), o serviço do pronto-socorro de Alta Floresta só receberá os pacientes encaminhados, por outras unidades de saúde, ambulatórios de especialidades, Unidades Básicas e serviços de resgate serão atendidos na emergência do Hospital Regional Albert Sabin. Os primeiros atendimentos serão da responsabilidade da prefeitura, a quem compete o atendimento da atenção primária.

Regionalizado no ano de 2012, o Hospital Albert Sabin continuou os atendimentos de demanda livre, aguardando adequação do município para a atenção básica. Em junho de 2107, através da Portaria nº 117/2017/GBSES, o município recebeu prazo de 30 dias para se adequar e realizar os primeiros atendimentos, não conseguindo adequação, foi feito pedido de prorrogação do prazo, que foi concedido através da Portaria nº 140/2017/GBSES em agosto, prorrogando até 09 de Novembro.

O Hospital Regional criou ao longo dos anos, uma forma de triar os pacientes utilizando Protocolo de Manchester, que classifica a gravidade das intercorrências de saúde como sendo: Azul, Verde, Amarelo e Vermelho; urgência e emergência se classificam como Amarelo e Vermelho respectivamente. Azul e Verde são problemas de saúde com menor gravidade que podem ser tratados sem necessidade de hospitalização, portanto não há necessidade de utilizar o Hospital, conforme explicou o diretor geral, José Marcos Santos da Silva.

“O Hospital vem fazendo isso ao longo desse tempo, e por determinação de Estado, uma questão técnica onde há o embasamento legal de todas as ações que o secretário abriu a portaria em junho do ano passado, e em julho deveria ter fechado esse serviço Azul e Verde, ou seja, o que não precisa de hospitalização. Após solicitação do município de Alta Floresta foi adiado para Novembro, e a outra portaria foi adiando a primeira para 09 de novembro. Nós, junto com o município, vendo a dificuldade que o município tinha para implementar os serviço, nós negociamos que o Hospital faria o encaminhamento dos pacientes que estavam em Azul e Verde para as Unidades Básicas de Saúde, e caso esse paciente precisasse de hospitalização ele era reencaminhado ao Hospital”, apontou José Marcos, frisando que, “Ora, isso vem funcionando, só que o Hospital sofreu agora uma fiscalização do Conselho de Enfermagem, onde ele condena a utilização de enfermeiros para essa devolutiva do paciente para a Atenção Básica, exigindo que seja feito por médico. Se a gente ocupar os dois médicos que ficam no Pronto Socorro pra isso, eles vão gastar mais energia, vão acabar enchendo o Hospital de coisas que poderiam ser tratadas por um período menor dentro de uma unidade mais simples, ou seja, estaria utilizando o recurso de forma adequada. A única alternativa que sobra é, a gente não atender pessoas que estejam com esse tipo de referência, que o Hospital só atenda quando vier encaminhado de outro serviço de saúde, seja ele qual for, Posto de Saúde, PSF, Nasf, qualquer outra unidade que tiver um médico que diga: - olha, esse paciente, essa pessoa precisa de hospitalização. – o Hospital vai acolher essa pessoa”.

Por outro lado

A prefeita Marineia Munhoz esteve com secretários, vereadores e o Deputado Romoaldo Junior, na quarta-feira (02) para discutir sobre o fechamento do Pronto Atendimento 24h do Hospital Regional Albert Sabin.

A reunião, realizada na sede do Consórcio Intermunicipal de Saúde da região do Alto Tapajós, incentivou as autoridades a cobrarem do Estado um prazo maior para a suspensão, já que o Governo deve aproximadamente 1,8 milhão de reais em repasses para atendimento da Atenção Básica. Conforme a prefeita, o atraso no repasse está sendo cobrado para que as obras de Unidades de Pronto Atendimento (UPA) sejam concluídas. A prefeita de Alta Floresta e o Deputado estão em contato com o Secretário de Saúde do estado, Luiz Antônio Vitorio Soares, para resolver a situação.

O Hospital Regional de Alta Floresta atende a seis municípios da região, mais o Sul do Estado do Pará.


O site Florestanet, foi o primeiro site de notícias de Alta Floresta, teve a sua operação iniciada em 1999, sendo um dos pioneiros no jornalismo on-line.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo