Saúde

11/04/2018 09:29 Eliza Gund/FlorestaNet

Secretário esclarece sobre situação da saúde e ações a serem tomadas em Alta Floresta

Assumindo a secretaria de saúde de Alta Floresta no dia 01 de março do ano corrente, o médico odontólogo Tiago Incerti começa a sentir as dificuldades da pasta, e virou alvo de denúncias e cobranças. Incerti foi apontado novamente por um pagamento indevido à um empresário local, pagamento este totalizando mais de R$ 100 mil, e ainda acusado de empregar esposas de amigos. Procurado pelo site FlorestaNet, o secretário deu a sua versão dos fatos, e confirmou frentes de trabalho que estão realizadas se pondo a disposição da população.

Denúncia pagamento

O secretário foi acusado de efetuar um pagamento de pouco mais de R$ 100 mil a um fornecedor, conforme a denúncia, um pagamento irregular. Sobre este caso o secretário disse que “Foi feito o pagamento para o empresário que fornece alimentação, foi até liberado pelo prefeito, a gente estava precisando, hoje o fundo fica na prefeitura, então teve autorização a gente estava precisando para os PSFs e Casa de Apoio, que já não queiram mais fornecer, então foi feito o pagamento, mas dentro das notas que estavam empenhadas já, inclusive esse empresário, a parte que está sendo investigada é a parte de materiais de construção, chave de fenda e essas coisas aí, não é a parte de alimentação”, frisou Incerti.

Indagado sobre estar repetindo falhas do secretário anterior, que foram apontadas por ele enquanto presidente do Conselho Municipal de saúde, Incerti se defende. “Não, eu nunca apontei dedo nessa situação ali, e tudo que eu lutei pelo Conselho de Saúde eu vou tentar implementar, é claro que com um mês e pouco ainda não dá, mas algumas coisas a gente já está conseguindo”.

Denúncia contratos

A redação do FlorestaNet foi informada que a secretaria de saúde fez contratos irregulares para esposa de um assessor parlamentar, a esposa de um funcionário e ainda a extensão de contrato de um servidor efetivo, e mais outros contratos fora do teste seletivo. “Não, que eu saiba não, esposas de amigos, não, não estão empregadas, o que foi contratado é pessoal para limpeza”, frisou o secretário lembrando que cobranças sobre as condições de higiene foram feitas à ele em entrevista na rádio Bambina FM.

Sobre a extensão de contrato, o secretário explica. “Foi dado mais 20 horas para um dos contratos, ele já é uma pessoa concursada, ele trabalha na farmácia 40 horas. O que acontece? Ele cuida de toda essa parte, sem o farmacêutico 40 horas eu devia deixar a farmácia aberta 20 horas, mas não teve favorecimento para esposas de amigos não”.

Especialistas

Uma das maiores cobranças relacionadas à saúde municipal é a falta de médicos especialista, conforme o secretário o problema está sendo gradativamente solucionado. “A gente já fez o pagamento de algumas prestações do Consórcio, vai fazer mais para liberar mais vagas, está sendo liberado pela Central de Regulação em Cuiabá algumas vagas e agora também o Hospital voltou a funcionar, e  gente está vendo agora também, através da prefeita que assumiu, uma forma de fazer uma contratação direta, ou através de processo licitatório desses profissionais, a gente a maior demanda de ortopedista, cardiologista e neurologista, e se tiver esses médicos na rede, a fila diminuiria bastante”.

O secretario apontou ainda a possibilidade de nas próximas semanas estar implantando o tele saúde, que vai diminuir a fila de cardiologista, otorrinolaringologista e neurologista, garantindo a praticidade de um diagnóstico e tratamento imediato após a consulta.

Transporte de pacientes

A constante reclamação sobre o transporte de pacientes com consultas e procedimentos agendados em Cuiabá também foi cobrada do secretário, que frisa, “O ônibus, a gente está usando o do esporte, e algumas vezes da AGV. Com o ônibus do esporte a gente poupa 18 mil reais, que é um valor considerável, e em alguns casos que não dá, a gente procura fornecer passagens”, apontou destacando que o ônibus da secretaria de Esportes as vezes é utilizado no domingo e nestes casos só pode sair na segunda. A grande demanda também é frisada como uma das dificuldades de secretaria de saúde. “Nós estamos mandando toda semana, mais de 60 pessoas à Cuiabá, além do ônibus vai duas ambulâncias”.

Posto do Jardim Guaraná

Com promessas de inauguração, e dificuldades de atendimentos aos pacientes dos bairros Jardim Guaraná e Boa Esperança, que em alguns relatos destacam não conseguirem atendimento na UBS do bairro Vila Nova, o secretário frisa que “falta a loja entregar algumas pias e a gente vai tentar inaugurar o mais rápido possível”, destando que o desejo era inaugurar antes do afastamento do prefeito Asiel, mas não houve tempo hábil, “a gente vai ver a licitação que está em vigor, falta pouca coisa pra terminar, foi comprado e já fornecido vários materiais que estavam faltando, mas quero ver se já nos próximos 15 ou 20 dias inauguro, sei que já estou dilatando um pouco o prazo, mas é o caso de licitação, de material que não é daqui, as empresas que participam as vezes são de Cuiabá e demoram a entregar, algumas só entregam se pagar antes”.

Atendimento humanizado

Sobre relatos de pacientes à imprensa de falta de atendimento e atendimento inadequado, o secretário pede aos pacientes que o procurem. “Eles podem entrar em contato com a secretaria, que a gente vai tentar resolver da melhor forma possível, até passando, a gente tem mais ênfase em procurar solucionar estes problemas, que sabe que acontece, que as vezes o paciente vira uma ‘bola’, ficam empurrando ele pra cá e pra lá, e a gente vai tentar acabar com isso, tentar pelo menos humanizar e dar mais celeridade ao tratamento e mais resolutividade, ou seja, o PSF tem que resolver 80% das demandas que chegam, e tem caso que estamos fazendo o levantamento que não consegue resolver 40%”.

Central de Regulação

Outra dificuldade apontada por pacientes é a falta de vagas na Central, neste caso Incerti destaque que providências estão sendo tomadas para o próximo mês. “A gente já vai poder fazer o agendamento direto na Unidade de Saúde, que seria mais convincente para o paciente, que não vai ter que se deslocar até a Central de Regulação, vai receber na casa, já estamos fazendo as planilhas, com o dia e a hora que é pra se deslocar, então por enquanto a gente tem que usar lá, mas estamos trabalhando para melhorar e fazer isso nas próprias Unidades de Saúde”.

A disposição

Em todos os casos de denúncias e dúvidas, Tiago Incerti confirma. “Estou na saúde pública há 12 anos, estou sempre aberto a quem me procura, pode me procurar se tiver alguma dúvida, eu vou tentar resolver o amis rápido possível, tem coisas dentro da própria legalidade que não dá pra fazer, como fornecer uma passagem sem encaminhamento, mas tudo que tiver ao meu alcance, mal atendimento, chegue lá [secretaria de saúde] e comente que foi mal atendido em tal unidade que a gente toma as medidas necessárias. Sempre estou aberto e não vai faltar dedicação e empenho pra que os problemas sejam resolvidos”.


O site Florestanet, foi o primeiro site de notícias de Alta Floresta, teve a sua operação iniciada em 1999, sendo um dos pioneiros no jornalismo on-line.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo