Saúde

22/03/2018 09:11 Eliza Gund/FlorestaNet

Protetores de animais em Alta Floresta iniciaram ações sobre denúncias de maus tratos

Apesar de ser crime, o abandono e maus tratos a animais ainda é uma triste realidade em Alta Floresta, para a sorte dos pets, existem os protetores de animais que são verdadeiros anjos da guarda para esses bichinhos, e que de forma tímida vem voluntariamente resgatando estes animais em situação de maus tratos, tratam e buscam um lar para eles. O grupo recém formado ‘Amamos os Animais’ vem aumentando as ações no município, e na tarde desta quarta-feira (21), com auxílio de autoridades policiais fizeram a visita em duas residências onde haviam denúncias de maus tratos. Em uma das residências, seis cães foram encontrados em condições de ‘confinamento’ sem muita higiene, na segunda residência, um animal foi encontrado amarrado em uma corda curta, com poucas condições de proteção, em ambos os casos os donos foram autuados.

A ação registrada na tarde de ontem mobilizou, além do grupo Amamos os Animais, Polícia Militar, homens da Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Vigilância Sanitária do município e também a presença de um médico veterinário. “Geralmente estes casos são apresentados para nós por pessoas da vizinhança, uma das integrantes do grupo ficou sabendo deste caso e está acompanhando essa situação há cerca de 3 meses, a gente foi no local fazer a visita e constatamos que é uma situação eu não deveria perdurar, como é um caso mais grave a gente buscou o auxílio da autoridade policial pra quê pudesse, no caso, cessar aquela situação ali”, apontou Luiz Fábio, um dos integrantes do Amamos os Animais.

A residência visitada, com denúncia de ser um criador, está localizada no bairro Cidade Alta. Sobre a ação ali tomada, Luiz Fábio destaca que é a terceira notificação que o proprietário recebe, e neste caso já com multa. Em viagem o proprietário da residência não foi localizado, a constatação do médico veterinário é de que clinicamente não há maus tratos neste caso, apenas questões de insalubridade.

No segundo caso, no setor C, a denúncia também foi feita por vizinhos. “A gente viu lá que tem um cachorro amarrado em uma corrente curta em baixo de uma árvore, a gente viu lá também que ele estava privado de água, tem uma galão pequeno que foi colocado lá como abrigo, que o animal nem cabe direito, e nesse caso também a autoridade policial esteve lá e entendeu que é um caso de maus tratos”, apontou Luiz Fábio frisando que neste caso, como no anterior, o proprietário poderá ser responsabilizado criminalmente pela situação em que os animais foram encontrados.


O site Florestanet, foi o primeiro site de notícias de Alta Floresta, teve a sua operação iniciada em 1999, sendo um dos pioneiros no jornalismo on-line.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo