Policia

21/05/2018 15:54 www.pjc.mt.gov.br

Polícia Civil instaura inquérito para apurar morte de peixes em barragem de usina

A Delegacia de Polícia Judiciária Civil do município de Colíder (650 km ao Norte) instaurou inquérito policial para apurar crimes ambientais ocorrido por conta de irregularidades no funcionamento da Usina Hidrelétrica Colíder (UHE).

O trabalho é realizado em conjunto com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema),  que aplicou multa no valor de R$ 2,6 milhões,  por mortandade de peixes ocorrida neste ano, por falha no empreendimento.

A Sema também lavrou o auto de infração contra os trabalhadores terceirizados, por dificultar a ação de fiscalização e vistoria da Usina Hidrelétrica Colíder.

O delegado de polícia Ruy Guilherme Peral da Silva, contou que as denúncias sobre grande matança de peixes na barragem da usina foram feitas em janeiro de 2018. Os levantamentos colhidos, indicam que o local opera com uma falha no sistema de transposição dos peixes de um lado para outro, causando ferimentos e morte dos cardumes.

“Um dos relatórios emitidos pela Sema indica a existência de três valetas, de 10 metros de cumprimento cada e construídas pelos funcionários da UHE, para enterrar as carcaças de peixes. Em três dias de análise foi identificado pelo menos 3 mil peixes mortos no local”, completou o delegado de polícia.

Ainda conforme, se comprovado a prática criminal, os responsáveis da  UHE serão indiciados e punidos por sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, em tese, pelo artigo 29, parágrafo 4º, inciso 4º, da Lei 9.605/98.


O site Florestanet, foi o primeiro site de notícias de Alta Floresta, teve a sua operação iniciada em 1999, sendo um dos pioneiros no jornalismo on-line.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo