Policia

13/04/2018 17:12 Eliza Gund/FlorestaNet

9ª Risp apresenta números e metas de redução de crimes

O comando da 9ª Região Integrada de Segurança Pública (9ª Risp) de Alta Floresta apresentou, na manhã desta sexta-feira (13) ao site FlorestaNet, os números do primeiro trimestre e a redução da criminalidade atingida neste início de ano, em relação ao mesmo período de 2017. Na Risp foi atingido 17% de redução nos crimes de homicídio e 57% de redução nos crimes de roubo.

A 9ª Risp compreende os municípios de Alta Floresta, Carlinda, Colíder, Nova Bandeirantes, Nova Canaã do Norte, Nova Monte Verde e Paranaíta. Para combater esse crime um plano de ação entre instituições e órgãos de segurança pública foi estabelecido, por parte da Polícia Militar o aumento do policiamento ostensivo foi adotado.

“O que nós temos implantado aqui, principalmente desde o meado do ano passado, é uma política de incentivo ao policial, de conscientização do seu trabalho, qual é a nossa missão à frente a própria Constituição e a sociedade, de estimular o policial a estar realmente exercendo um trabalho de abordagem principalmente, e combater o pequeno crime, porque a gente entende que se tiver tolerância zero ao pequeno crime, dificulta que o grande crime aconteça”, apontou o comandante do IX Comando Regional da Polícia Militar, Tenente Coronel Luiz, frisando o impacto deste policiamento. “Então é o que nós temos feito, principalmente a abordagem a suspeitos de uso, posse de drogas, nosso números com relação a isso cresceram muito do ao passado pra cá e o que tem refletido nesta política é a redução do grande tráfico e dos roubos a comércio, então tudo isso tem contribuído pra que a gente chegue a este resultado”.

Conforme o comandante o resultado positivo apresentado neste primeiro trimestre de 2018, na 9ª Risp, reflete como a Região que mais reduziu os índices de roubo em todo o Estado. “Uma redução de 57% considerando o primeiro trimestre de 2018 comparado com o mesmo período de 2017, janeiro, fevereiro e março, realmente uma redução significativa nos números, o que reflete a estratégia que nós temos adotado justamente pra fazer o confronto a estes tipos de crimes, principalmente homicídio e roubo aqui na nossa regional”.

Com o aumento no número de abordagens, reclamações também são registradas, o comandante reforça que as abordagens são necessárias. “Infelizmente a gente não tem como diferenciar quem é o cidadão de bem e quem é a pessoa que esteja cometendo algum delito. Existem algumas condições que levam a abordagem que o policial, usando o seu poder discricionário determina que aquele veículo ou pessoa seja abordada por determinadas situações, então é mais o tirocínio do policial de decidir em qual situação ele vai fazer aquela abordagem. Então a gente gostaria de deixar bem claro que não há nenhum ânimo de querer constranger ninguém, mas faz parte da atividade policial, e esses resultados nós estamos demonstrando hoje justamente porque nós tivemos um incremento muito grande nas abordagens, que trouxe mais apreensões na parte de drogas, apreensões de armas, pessoas com mandado de prisão em aberto e outros, graças justamente a este incremento que houve, essa capacitação, essa motivação dos policiais em realmente estar sempre buscando abordagem em situações que eles considerem ser suspeita”, pontuou Tenente Coronel Luiz, comandante do IX CR.


O site Florestanet, foi o primeiro site de notícias de Alta Floresta, teve a sua operação iniciada em 1999, sendo um dos pioneiros no jornalismo on-line.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo