Geral

25/12/2017 10:35 rdnews.com.br/Rodivaldo Ribeiro

Médica é presa suspeita de participação no assassinato do prefeito de Colniza

Este é o terceiro assassinato encomendado em Colniza neste 2017.

A Polícia Militar deteve a médica Yana Fois Coelho Alvarenga durante a tarde de domingo (24) por força do cumprimento de um mandado de prisão temporária pedido pela Polícia Civil na investigação do suposto envolvimento dela no assassinato do prefeito de Colniza, Esvandir Antonio Mendes, duas sextas (15) atrás, dentro do próprio carro, enquanto dirigia. Para os investigadores, o carro que emparelhou com o do prefeito, de onde partiram os tiros, seria de propriedade de Yana Alvarenga, paraense e supostamente convivente de um dos principais suspeitos, Antônio Pereira Rodrigues Neto.

De acordo com as investigações, Antônio mora em Colniza e foi o responsável por contratar outros dois supostos executores do crime, Zenilton Xavier de Almeida e Wellisson Brito Silva, ambos também paraenses, para executar o prefeito de Colniza. Além de suposto mandante, sobre as costas de Antônio pesa a suspeita de ter participado pessoalmente do homicídio.

Os três foram detidos nas imediações de Colniza, em Juruena e Castanheira, um dia depois do crime e estão sendo inquiridos pelo delegados-chefes da força-tarefa montada na Capital já no sábado (16), Edison Pick, de Colniza, e Caio Álvares de Albuquerque.

Os três suspeitos teriam perseguido a vítima ainda na estrada, quando esta voltava de Cuiabá para Colniza, por pelo menos 13 km até enfim emparelhar com o veículo em que viajavam, além do prefeito, a primeira-dama (ilesa) e o secretário de Turismo, também alvejado. Os dois sobreviveram à ação ocorrida já dentro do município, na avenida 7 de Setembro.

Violência sem controle

Este é o terceiro assassinato encomendado em Colniza neste 2017. Seis meses atrás, um vereador fora morto também a tiros, Elpídio Meira, em um crime ainda não resolvido, além da chacina de nove pequenos agricultores (eles faziam parte de um assentamento rural legalizado pelo Incra) no Distrito de Guariba, nos limites entre Mato Grosso e o Pará.


O site Florestanet, foi o primeiro site de notícias de Alta Floresta, teve a sua operação iniciada em 1999, sendo um dos pioneiros no jornalismo on-line.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo