Educação

10/03/2018 06:00 Eliza Gund/FlorestaNet

Alta Floresta: Escola Militar Dom Pedro II será pioneira no Estado afirmou Marrafon

Na manhã de sexta-feira (09) os estúdios da Radio Bambina FM 96,9, receberam o Secretário de Estado de Educação, Marcos Marrafon, no Programa Paulinho Jiló. Durante o bate papo com o radialista Caio Calado e o jornalista Oliveira Dias, o secretário falou sobre a sua visita ao município de Alta Floresta, as ações desenvolvidas, falou também sobre a implantação do Colégio Militar Dom Pedro II como o primeiro em todo o estado. Revitalização e reforma de duas unidades de ensino do estado e futuras mudanças para escola vocacionada. A situação político econômica do estado também foi tema do bate papo.

Sobre a crise financeira do Estado Marrafon afirma que espera por melhoras, que gradativamente estão sendo registradas. “Eu acredito que a crise antecede a transformação, a gente pegou um mandato que é considerado por todos os governadores, o chamado ‘mandato maldito’, o grande economista chamado Raul Veloso escreveu isso, isso sem contar os desmandos que já vinham do governo anterior, culminou em cima do governador dois fatores muito tensos, que foi o mandato em que todos os estados do Brasil explodiram literalmente, mais de oito estados hoje estão com dificuldade de pagar a folha de pagamento, a gente já confirmou o pagamento integral não só da folha, mas como as dívidas do Bank Off America, aquela dívida dolarizada que o Silval deixou, são 130 milhões do caixa do estado que estão sendo pagas hoje, com dívidas que poderia estar nos investimentos, e a gente conseguiu pagar mais de 3 bi de dívidas passada. De repente o RGA vinha 2%, 3% ao ano, que era a inflação dos períodos sem inflação, os períodos de inflação mais baixa, com a crise econômico dos estados brasileiros, veio a 11%, e aí você tem de um dia pro outro um saldo de reajuste que levou a primeira grande crise política do governo, e felizmente a gente não só conseguiu superar, absorver os 11, como pagar a RGA foi paga, parcelada, mas paga. E esse processo culminou com dois fatores bem marcados, a herança maldita, um rombo de mais de 1 bilhão de reais declarado nas delações, eu não estou inventando o próprio Silval falou sobre isso, que já veio carregando esse déficit, e no momento que faz a depressão, quem imaginava que teria troca de presidente em 2016, quem imaginava que três anos seguidos o PIB brasileiro iria dar negativo, gerando a maior crise desde o império, isso afetou veja, quando a JBS quebra, afeta a arrecadação porque não circula recursos no estado”.

Sobre a política, ele diz. “Por que a velha política não gosta do Pedro Taques? Porque ele não faz aquele jeitinho, o compadrio, o paternalismo que sempre conhece, às vezes é melhor um pouco mais dureza, mas também dizer, ‘isso não dá’”. 

Escola Militar

O secretário de estado de educação confirmou que as conversações e estudos para a implantação da Escola Militar em Alta Floresta tiveram início há mais de sies meses, mencionando ter visitado o complexo esportivo na ocasião da vinda da ‘Caravana da Transformação’, realizada na primeira quinzena de junho de 2017. “A gente conversou, foi um pedido da própria população, a própria prefeitura se comprometeu em organizar um prédio e a secretaria de maneira muito clara, como tem feito com todos os municípios, disse – olha, se tiver uma estrutura organizada a gente leva a escola. – e foi essa parceria que a gente fez, o prefeito Asiel se mostrou muito animado com a hipótese, a vice prefeita Neia também”, apontou Marrafon.

Perguntado se tomou conhecimento dos eventos registrados em Alta Floresta após o anúncio da implantação, o secretário confirmou, “Me parece que o que aconteceu aqui, foi mais barulho de poucas pessoas do que efetivamente a vontade da população, que queria e quer a Escola Militar, então a gente tem atendido isso de maneira muito tranquila. Foi uma postura muito importante da secretaria municipal de educação, do prefeito e da vice prefeita, no sentido de que não forçar a situação da escola municipal e oferecendo de volta o centro de eventos onde estava o IFMT e agora vai ser lá”, apontou Marrafon frisando que o espaço é ótimo para fazer modelo vocacionado ao esporte.

Marrafon ainda destaca que a Escola Militar Dom Pedro II é a primeira a ser implantada em todo o Estado, mencionando que serão possíveis muitas novidades, como uma das melhores sobre a parceria com o município, “Será a primeira escola Dom Pedro II, que é uma Escola Militar dos Bombeiros, conversando com o Coronel Alessandro, que é comandante geral dos Bombeiros, Coronel Ramão está pronto para assumir essa gestão militar na escola, já conversei com ele ontem, então hoje a gente veio e assinou um termo junto com a vice prefeita Neia, justamente pra poder confirmar a cessão do prédio, agora tendo o prédio o governador irá assinar o decreto de criação da escola e será a primeira no modelo Dom Pedro II, que será dos Bombeiros, a primeira do estado de Mato Grosso, aqui em Alta Floresta”.

O secretário destacou que há 30 anos foi implantada a Escola Militar Tiradentes em Cuiabá, e que “a medida que a gente assumiu a gestão, o governador Pedro Taques determinou a gente imediatamente foi com mais quatro Tiradentes no interior, Confresa, Juara, Nova Mutum e Sorriso, vai pra mais oito, perfazendo 12 Tiradentes no total. Agora nesse ano de 2018, Sinop, Tangará da Serra, Cáceres, e mais três da Dom Pedro II que nunca via, então Alta Floresta vai ser a primeira Dom Pedro II com Bombeiro Militar, a metodologia muito semelhante, muda o gestor, que não vai ser tanto vinculado a PM, vai ser vinculada ao Corpo de Bombeiros com a mesma disciplina e mesma hierarquia”.

Escolas Vocacionadas

Na visita ao município, o secretário de educação esteve na escola Jaime Veríssimo de Campos Junior (JVC), onde além de assinar o termo de implantação do Colégio, visitou a quadra que foi totalmente recuperada. Neste ano de 2018 o colégio visitado na tarde de quinta-feira (08) iniciou as aulas como sendo uma ‘escola plena’, atendendo os alunos em período integral. Já fazendo parte do novo modelo de ensino que aos poucos está sendo implantado. No estado já são 40 escolas de período integral.

Comemorando 41 anos de fundação, a Escola Estadual Vitória Furlani da Riva, também deverá receber uma nova forma de ensino em breve. “Vai ficar uma escola vocacionada ao esporte, ela tem uma estrutura muito boa, essa é uma política que nós temos estabelecido. A gente poderia conversar aqui, horas das mudanças da concepção de educação, essa questão de escolas de seguimentos vocacionadas, fazem uma revolução”, apontou Marrafon.

Sobre a metodologia de ‘vocacionada’, o secretário explica. “Uma escola de excelência no ensino com vocação no esporte, isso quer dizer que a gente vai concentrar investimentos da área esportiva, profissionais da educação física que trabalhem mais atividades esportivas no interior da escola, porque agora a política vai segmentar”, apontou exemplificando que não pode ter robótica em todas as escolas, por exemplo, mas as escolas vocacionadas da robótica terão mais equipamentos, nas escolas esportivas terão mais professores de educação física e mais apoio e equipamentos esportivos, “e ai cada um vai com a sua vocação, quem é das exatas e gosta muito da matemática e da robótica, vai pra uma escola, quem gosta de jogar bola e quer ser um grande atleta, vai pra escola de esportes, assim a gente muda o modelo de ensino com a vontade”.

Durante sua visita em Alta Floresta, o secretário esteve reunido com professores, fez a entrega de kits de materiais para os alunos da rede estadual de ensino, visitas em algumas unidades escolares e a aguardada assinatura para a implantação do Colégio Militar no município.


O site Florestanet, foi o primeiro site de notícias de Alta Floresta, teve a sua operação iniciada em 1999, sendo um dos pioneiros no jornalismo on-line.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo