Agronegócio

15/12/2017 16:11 Eliza Gund/FlorestaNet

Secretário de Agricultura apresenta crescimento no setor em Alta Floresta

O Programa Atualidades recebeu na última quinta-feira o secretário de agricultura, Altamir Feliciano Pereira que assumiu a pasta, como coordenador ainda no meado de 2016, assumindo efetivamente em 2017. Investimentos e o crescimento do setor agropecuário foi apresentado neste ano, em um balanço feito outros pontos, como a regularização fundiária, foram apresentados pelo secretário, que viu no ano a organização da pasta como principal conquista.

“Nós pegamos a secretaria um pouco bagunçada, desde o ano passado, na metade do ano a gente assumiu a secretaria e tentamos dar uma organizada na casa, e hoje nós colhemos alguns frutos já em apenas um ano de gestão efetiva, já podemos comemorar alguns números, a prefeitura investiu mais de 1 milhão e 200 mil na agricultura familiar no município de Alta Floresta. Então eu acho que é um número interessante”, apontou Pereira.

O município possui uma vasta área produtiva, cerca de 400 mil hectares, fator que ganhou destaque no estado após o 1º Encontro Sobre a Expansão da Fronteira Agrícola no Extremo Norte de Mato Grosso, realizado no início de outubro do ano corrente. Apesar de estar realizando um bom trabalho perante a pasta, Pereira afirma que não é muito procurado por representantes políticos, em busca de parcerias que possam dar mais qualidade. “Apesar de eu estar na pasta, e ter um cargo político, eu não sou político, eu sou efetivo da pasta, estou ali e já sofro muito por ter esta deficiência em relação da parte política, temos projetos protocolados, pouquíssimas pessoas da área política tem procurado a secretaria para oferecer alguma ajuda”, frisou destacando a parceria do Ministério da Agricultura, através do secretário Neri Gueller, com a entrega da patrulha mecanizada no mês passado.

O setor de agronegócio fomenta todos os outros setores, como o comércio, mecânica e postos de combustíveis, uma economia que gira dentro do município, “O sistema num todo é muito tecnificado, isso gera uma demanda de manutenção em assistência técnica, em todos os instrumentos que geram esse setor. A gente vê que cresceu esse ramo da agropecuária”, apontou Pereira.

Falando sobre o giro na economia, e o aumento populacional provocado no município pelas usinas, e os impactos sofridos pelo município, o secretário frisa, “A usina foi uma questão momentânea que deixou uma população um pouco mais elevada, que nós recebemos um pouco menos, temos que abastecer esse povo com recursos de 50 mil (habitantes), nós temos uma população digamos de 70 mil, e boa parte disso aí é ônus da usina, então ela agregou mais de forma negativa. Eu acho que o nosso sistema agropecuário é o que têm segurado, assim como segurou o PIB a nível nacional, os números apontam que nós não estamos quebrados porque o agronegócio segurou”.

Em um breve balanço de sua gestão, Altamir Feliciano Pereira destaca que uma das principais conquistas foi “arrumar” a casa, recursos recebidos através de convênios com Governo Federal e também Governo Estadual, que viabilizaram a agricultura familiar e os programas como o Pró Café, que garantem auxílios técnicos. Outro fator positivo, foi a regularização fundiária que vem acontecendo gradativamente, atendendo o anseio da população eu aguarda há cerca de 20 anos os seus títulos. “Eu encerro o ano de maneira positiva, apesar da dificuldade do município de maneira em geral, nós analisamos de maneira positiva o que nós fizemos este ano em relação a nossa pasta, nós atendemos quase cinco mil produtores este ano na nossa pasta”, concluiu o secretário frisando que não pretende parar os atendimentos neste recesso de final e início de ano.


O site Florestanet, foi o primeiro site de notícias de Alta Floresta, teve a sua operação iniciada em 1999, sendo um dos pioneiros no jornalismo on-line.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo