Agronegócio

Agronegócio 05/10/2017 09:07 Ascom

Encontro vai mostrar o potencial da nova fronteira agrícola de Mato Grosso

Evento será realizado pela Prefeitura de Alta Floresta para mostrar a expansão da produção de grãos no extremo norte do Estado

Criado a partir de um projeto de colonização idealizado por Ariosto da Riva, considerado o último Bandeirante do Século, o município de Alta Floresta surgiu com grande potencial de desenvolvimento e atraiu agricultores de várias partes do país, que vieram para o extremo norte de Mato Grosso a procura de novas oportunidades. Hoje, 41 anos depois da chegada das primeiras famílias, o que se vê é uma nova e promissora fronteira agrícola em expansão, com lavouras de soja, milho, arroz e uma pecuária consolidada.

Nesta quinta-feira (05) e na sexta-feira (06), a Prefeitura de Alta Floresta realizará o 1º Encontro sobre a Expansão da Fronteira Agrícola no Extremo Norte Mato-grossense. O novo celeiro do agronegócio está localizado nas regiões Norte e Noroeste de Mato Grosso e abrange 29 municípios.

A nova fronteira agrícola de Mato Grosso e do Brasil possui uma área total ocupada por pastagens de mais de 6 milhões e 500 mil hectares, dos quais aproximadamente 2 milhões de hectares foram convertidos em áreas de pastagens cultivadas em Latossolo.

Um levantamento feito pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) mostra que a nova fronteira agrícola representa 7% da produção de soja do Estado de Mato Grosso e desponta com uma projeção de crescimento de 12% para a safra 2021/2022, representando um incremento de 100% na produção de soja na região Norte e de aproximadamente 55% na produção do grão na região Noroeste.

Como pólo regional, o município de Alta Floresta possui uma área de quase 300 mil hectares de agricultura e pastagem e outras duas áreas, que somadas totalizam 172 mil hectares de solo exposto e vegetação degradada, passíveis de preparação para reestabelecer a alta capacidade de produtividade.

O crescimento da área cultivada de uma safra para outra mostra o potencial de expansão da agricultura no município de Alta Floresta e isso tem motivado os agricultores a investir em tecnologia de ponta para atingir bons índices de produtividade.

Num comparativo feito pela Secretaria Municipal de Agricultura sobre a produtividade das safras 2015/2016 e 2016/2017, Alta Floresta apresentou um crescimento no plantio de grãos de 50%, totalizando uma área cultivada de mais de 16 mil hectares. O crescimento no plantio do arroz foi de 30%, enquanto o milho chegou a 173% de expansão. Em um ano a área plantada teve um aumento de quase 85%, saltando de 16 mil hectares na safra 2015/2016 para quase 28 mil hectares na safra seguinte.

“Estamos realizado este primeiro encontro para mostrar para a população a importância que tem a grande região de Alta Floresta”, enfatiza o prefeito Asiel Bezerra ao convidar a população para o evento.

Programação

Nesta quinta-feira (05), a programação terá início às 13:30 horas com o credenciamento. A abertura do evento está marcada para as 14:30 horas.

Na primeira palestra do encontro, doutor Marcelo Fernando P. Souza, da Secretaria de Agricultura de Alta Floresta vai apresentar o cenário atual e o potencial agrícola de Alta Floresta e região.

Após o intervalo e encerrando a programação do dia, o superintendente da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (SUDECO), Dr. Antonio Carlos N. de Oliveira, ministrará palestra sobre a importância do FCO para o desenvolvimento do Centro-Oeste. Também haverá momentos para perguntas e debates sobre os temas abordados.

Na sexta-feira (06) a programação do encontro começará às 08:30 horas, com a recepção do público e das autoridades, e início da palestra sobre os desafios da fertilidade do solo de Alta Floresta para a nutrição adequada de plantas. A palestra será ministrada pelo engenheiro agrônomo, professor Dr. Gustavo Caione, da Universidade Estadual de Mato Grosso (UNEMAT).

Após o intervalo, o ciclo de palestra será retomado com a palestra sobre a expansão da agricultura em áreas de pecuária. O tema será explanado pelo engenheiro agrônomo e mestre em ciências e pastagens, Murilo Saraiva Guimarães.

O tema integração lavoura e pecuária será amplamente explanado na palestra do senhor Mário Wolf da Fazenda Gamada de Alta Floresta.

O Secretário de Políticas Agrícolas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, vai falar sobre políticas agrícolas, créditos, comercialização, seguro e logística na primeira palestra do período vespertino. E encerrando o ciclo de palestras do encontro, o Superintendente Regional do Banco do Brasil, Marcos Bankow, ministrará a palestra sobre soluções de crédito para o agronegócio. Os participantes poderão perguntar e debater o assunto.


O site Florestanet, foi o primeiro site de notícias de Alta Floresta, teve a sua operação iniciada em 1999, sendo um dos pioneiros no jornalismo on-line.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo