Agronegócio

Agronegócio 11/09/2017 15:18 Notícias Agrícolas

À espera dos números do USDA, milho opera próximo da estabilidade nesta 2ª feira em Chicago

Durante a sessão desta segunda-feira (11), os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) permanecem próximos da estabilidade. Às 12h43 (horário de Brasília), as principais posições da commodity exibiam ligeiras quedas entre 0,25 e 1,25 pontos. O dezembro/17 operava a US$ 3,55 por bushel, enquanto o março/18 trabalhava a US$ 3,68 por bushel.
O mercado ainda opera em compasso de espera para as novas projeções do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). O órgão atualiza nesta terça-feira (12) os dados de oferta de demanda do país e mundial.
"Nos EUA, vem acontecendo, no milho, o mesmo debate sobre a produtividade que ocorre com a soja. O mercado espera um novo corte no relatório desta terça-feira. A oferta mundial, porém, segue robusta e pode compensar em alguma dimensão as perdas de produção nos EUA", reportou a Granoeste Corretora de Cereais.
Em seu último boletim, o departamento indicou o rendimento das lavouras em 179,6 sacas por hectare. Paralelamente, o comportamento do clima no Meio-Oeste continua no radar dos participantes do mercado.
Já os embarques semanais ficaram em 662,1 mil toneladas de milho até a semana encerrada no dia 7 de setembro. O volume ficou acima do registrado na semana anterior, de 817 mil toneladas.
No final desta segunda-feira, o departamento traz as informações sobre a safra americana. Até a semana anterior, cerca de 61% das lavouras apresentavam boas ou excelentes condições. Em torno de 26% das plantações estão em condição regular e 13% em condições ruins ou muito ruins.


O site Florestanet, foi o primeiro site de notícias de Alta Floresta, teve a sua operação iniciada em 1999, sendo um dos pioneiros no jornalismo on-line.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo